Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Portugal Anos 90

Uma viagem nostálgica pelo universo infanto-juvenil português dos anos 90, em todas as suas vertentes.

Portugal Anos 90

Uma viagem nostálgica pelo universo infanto-juvenil português dos anos 90, em todas as suas vertentes.

09.11.23

Todas as crianças gostam de comer (desde que não seja peixe nem vegetais), e os anos 90 foram uma das melhores épocas para se crescer no que toca a comidas apelativas para crianças e jovens. Em quintas-feiras alternadas, recordamos aqui alguns dos mais memoráveis ‘snacks’ daquela época.

Na última edição desta rubrica, falámos das Oreos, ainda hoje entre as bolachas mais icónicas em Portugal, a par  das antecessoras Belinhas; esta semana, abordamos a principal companheira das 'bolachas-sanduíche' nesse panteão, uma marca que apesar de, a certo ponto, ter sido descontinuada, provou ser popular o suficiente para justificar o regresso, ainda que sob a alçada de um novo fabricante – as clássicas bolachas Belgas, da Triunfo, e hoje comercializadas pela Saborosa.

download.jpg

Surgidas nos supermercados e hipermercados portugueses, como as Oreos, algures na década de 90 (a data é, infelizmente, impossível de verificar) as Belgas partilhavam com as congéneres da Nabisco o facto de serem embaladas em pequenos pacotes metalizados com um número limitado de bolachas – quatro no caso das Oreos, cinco no das Belgas. Como é evidente, esta limitação servia a dupla função de tornar as referidas bolachas ideais para inclusão na lancheira e, ao mesmo tempo, deixar aquela vontade de abrir um segundo pacote e comer mais três...

A ajudar a este sentimento estava o gosto das bolachas em si, sendo ambas as variantes disponíveis à época (com os dois lados de manteiga ou com um revestido de chocolate) absolutamente irresistíveis para qualquer paladar infanto-juvenil, e até para muitos já adultos – basta ver as reacções de choque em 'websites' e fóruns de meados dos anos 2010, quando as Belgas foram descontinuadas e retiradas do mercado português, deixando as variantes de 'marca branca' dos supermercados como única alternativa. A demanda foi tanta, aliás, que, poucos anos depois, a marca foi re-instaurada, desta vez pela mão da Saborosa, que tratou mesmo de adicionar novos sabores à tradicional dicotomia, criando toda uma gama de Belgas prontas a (re)conquistar o paladar dos portugueses.

caixas-saborosa-1.png

A gama actual de Belgas, produzidas e comercializadas pela Saborosa.

Melhor, 'estas' Belgas sabem exactamente como as originais, já que a Saborosa faz parte do grupo Triunfo e, como tal, utiliza a mesma receita. Fica, pois, a 'dica' para quem quiser recuperar um daqueles sabores icónicos da infância e adolescência que, a certo ponto, se julgou tão desaparecido quanto os lendários Galak Buttons, mas que teve a oportunidade de gozar de uma 'segunda vida' que promete ser tão bem-sucedida quanto a primeira...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub