Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Portugal Anos 90

Uma viagem nostálgica pelo universo infanto-juvenil português dos anos 90, em todas as suas vertentes.

Portugal Anos 90

Uma viagem nostálgica pelo universo infanto-juvenil português dos anos 90, em todas as suas vertentes.

27.07.23

Todas as crianças gostam de comer (desde que não seja peixe nem vegetais), e os anos 90 foram uma das melhores épocas para se crescer no que toca a comidas apelativas para crianças e jovens. Em quintas-feiras alternadas, recordamos aqui alguns dos mais memoráveis ‘snacks’ daquela época.

Era uma das presenças perenes no cartaz da Olá, sempre ali, no canto inferior direito, abaixo do Super Maxi e Perna de Pau e ao lado do Epá, pronto a servir como 'solução de compromisso' para crianças e jovens cujo dinheiro não dava para mais, ou pais que não quisessem que os filhos comessem quantidades excessivas de gelado; chamava-se Mini Milk, surgiu há exactos trinta e cinco anos, e é omissão de vulto no cartaz da companhia para 2023, após ter sido descontinuado. Neste 'post', recordamos aquele que, sem ter sido o gelado favorito de ninguém, não deixou de ser um dos mais nostálgicos para a maioria dos jovens noventistas.

download.jpg

Introduzido pela primeira vez no Verão de 1988, o Mini Milk consistia, tão simplesmente, de um pequeno cilindro de leite gelado (daí o nome, apesar de mais tarde terem surgido também variantes de morango e chocolate) vendido a um preço condicente com o seu tamanho, e que – ao contrário da maioria dos produtos que o rodeavam no cartaz - 'cabia' no bolso de qualquer 'puto' armado de parte da mesada. Simultaneamente, a ausência de chocolate, baunilha ou qualquer outro dos ingredientes presentes nos restantes gelados, aliado ao tamanho mais pequeno do que a média e à predominância do leite como ingrediente, faziam com que parecesse uma opção mais saudável – uma impressão que era reforçada pela imagética de prados verdejantes com calmas vacas a pastar, por oposição às mascotes mais típicas dos outros gelados especificamente dirigidos ao público infanto-juvenil da época. Esta combinação de factores tornou, por sua vez, o Mini Milk num dos produtos Olá mais frequentemente consumidos pela referida demografia, tornando-o, assim, nostálgico por definição, e denotante de despreocupados dias de praia ou piscina ou períodos de férias.

Será, portanto, sobretudo essa faixa etária a sentir a falta do icónico gelado, uma daquelas presenças reconfortantemente familiares que faziam crer que, por muito que o Mundo mudasse, certas coisas se manteriam para sempre inalteradas – uma ideia que a Olá acaba de desmentir, fazendo desaparecer, poucos meses após ter feito regressar o Rol e um par de anos após a volta do Super Maxi, uma parte da infância 'millennial' tão importante como qualquer delas. Até sempre, Mini Milk.

06.07.23

Todas as crianças gostam de comer (desde que não seja peixe nem vegetais), e os anos 90 foram uma das melhores épocas para se crescer no que toca a comidas apelativas para crianças e jovens. Em quintas-feiras alternadas, recordamos aqui alguns dos mais memoráveis ‘snacks’ daquela época.

A abertura da época balnear nas praias portuguesas dos anos 90 e 2000 trazia consigo uma 'tradição' oficiosa, mas altamente antecipada pelas crianças e jovens da época: o aparecimento do novo cartaz de gelados da Olá, sempre com as icónicas jovens em fato de banho na parte superior (tendência, aliás, também seguida pela rival Camy, hoje Nestlé), e invariavelmente apetrechado com pelo menos uma mão-cheia de novidades a juntar aos perenes e clássicos Super Maxi, Epá, Cornetto, Calippo, Mini Milk, Feast e (o entretanto desaparecido e temporariamente 'ressuscitado') Rol.

E, apesar da sua curta permanência no catálogo da companhia, a verdade é que muitos destes gelados – a maioria dos quais era especificamente dirigida, precisamente, ao público infanto-juvenil – se tornaram, durante o seu breve tempo de vida, êxitos ainda hoje causadores de nostalgia entre a demografia em causa, bastando mencionar nomes como o Dedo ou o Super Mário (este disponível durante quase toda a primeira metade dos anos 90) para despoletar memórias de infância e adolescência em toda uma geração. Até mesmo os tradicionais 'gelados de gelo' (conhecidos simplesmente como 'Laranja' e 'Limão') teriam, decerto, admiradores que os recordam com carinho até aos dias de hoje.

Ao contrário de muitas tendências de que aqui vimos falando desde o início deste blog, a rotatividade de catálogo da Olá mantém-se até hoje, embora a diversidade de gelados disponível e a margem para 'experiências' do calibre de um Rol branco ou Epá de chocolate seja significativamente mais reduzida, traduzindo-se as 'novidades', regra geral, em gelados alusivos a filmes ou séries populares (como o gelado dos Mínimos), efemérides como a conquista do campeonato nacional de futebol por parte do Sporting, em 2021, ou regressos de 'estandartes' da época aqui em análise, como os supracitados Super Maxi e Rol. Esta é, assim, mais uma experiência que acabou por se perder na transição entre as gerações 'Millennial' e 'Z', mas que fez, em tempos, parte integrante da juventude da primeira; para esses (ou seja, para a maioria dos leitores deste blog) segue abaixo uma pequena 'viagem no tempo' pelos cartazes da década de 90, cortesia do site da Olá. Desfrutem!

36d959a4d29a8d61e7f3e18fa1eb596a.jpg

1992-1993-1255641.jpg.ulenscale.600x900.adjustheig

1994-1995-1255639.jpg

1996-1997-1255658.jpg.ulenscale.600x900.adjustheig

1998-1999-1255659.jpg.ulenscale.338x506.adjustheig

2000-1255660.jpg.ulenscale.600x900.adjustheight.we

 

 

13.04.23

Todas as crianças gostam de comer (desde que não seja peixe nem vegetais), e os anos 90 foram uma das melhores épocas para se crescer no que toca a comidas apelativas para crianças e jovens. Em quintas-feiras alternadas, recordamos aqui alguns dos mais memoráveis ‘snacks’ daquela época.

Numa altura em que o tempo começa a aquecer e a pedir manga curta e um pulinho 'fora de época' à praia, a grande 'novidade' no campo dos produtos alimentícios prende-se com a 'guloseima' típica e caracteristicamente associada com este tipo de temperaturas – os gelados. Isto porque a Olá, actual 'monopolista' do mercado em causa, decidiu fazer voltar às arcas frigoríficas de Norte a Sul do País mais um dos muitos gelados emblemáticos disponíveis durante a sua 'era de ouro' em finais do século XX; e, depois do Super Maxi há dois anos, o privilégio coube desta vez ao não menos saudoso Rol.

rol.jpg

O anúncio do regresso oficial do gelado, agora em edição limitada.

Sim, o 'rolo' de caramelo, chocolate e baunilha envoltos numa 'capa' de chocolate duro ao estilo Snickers (e cujo formato dispensava a adição do tradicional 'pauzinho') foi o grande escolhido na sondagem levada a cabo pela Olá através do Instagram, que convidava os portugueses a votar (através de emojis) em qual de três gelados emblemáticos – Popsi, Dedo ou Rol - deveria regressar, por tempo limitado, como forma de celebrar o quinquagésimo aniversário da marca em Portugal. E apesar de os seus dois competidores não terem sido menos marcantes para a geração em causa, a grande maioria dos votantes decidiu que queria mesmo ver regressar o tradicional rolo gelado - ainda disponível, aliás, em países como o Reino Unido, sob a forma de uma sobremesa láctea.

gelados-da-ola-dedo.jpggelados-da-ola-popsi.jpg

Dedo e Popsi, os dois concorrentes do Rol na sondagem de Instagram da Olá.

Assim, desde Fevereiro deste ano de 2023 que o gelado voltou a estar disponível em qualquer estabelecimento distribuidor de gelados da Olá, pronto a evocar memórias nostálgicas em toda uma geração de adultos, e a ser apresentado pela mesma às crianças e jovens de hoje em dia. E quem sabe? Talvez os 'putos' actuais gostem tanto deste clássico da Olá como os seus antecessores, e Portugal possa assistir a um regresso 'verdadeiro' e em força do Rol aos cartazes anuais da Olá...

13.05.21

Todas as crianças gostam de comer (desde que não seja peixe nem vegetais), e os anos 90 foram uma das melhores épocas para se crescer no que toca a comidas apelativas para crianças e jovens. Em quintas-feiras alternadas, recordamos aqui alguns dos mais memoráveis ‘snacks’ daquela época.

Olá, e bem vindos de volta ao blog que vos recorda a vossa infância, um post de cada vez. E porque esta paragem forçada nos fez ficar com fome – tanto figurativa, de escrita, como literal – nada melhor do que celebrarmos dois regressos de uma vez com uma Quinta ao Quilo dedicada ao retorno, para esta época balnear, de um ‘clássico’ emblemático dos Verões dos anos 90, e que tinha andado arredado da selecção da respectiva fabricante – o saudoso Super Maxi.

super-mai-bebé.jpeg

Parte da ‘tríade sagrada’ de gelados da Olá representados por mascotes – juntamente com Epá e Perna de Pau - o Super Maxi tendia a ser um dos mais frequentemente escolhidos pela miudagem de finais do século XX. Não porque fosse particularmente bom (na prática, era apenas uma versão um bocadinho melhor daqueles gelados de chocolate e creme que se compram no supermercado em caixas de 6 ou 12), mas porque era um dos, senão mesmo o gelado mais barato da Olá – uma característica que, aliás, se mantém neste regresso à activa, em que o Super Maxi se apresenta sem grandes desvio de preço em relação à última vez que o vimos.

Para os bolsos sempre bastante condicionados das crianças daquele tempo, este gelado era dos que oferecia melhor relação preço-quantidade (a de preço-qualidade ficava para os seus ‘irmãos espirituais’ da série das mascotes, bem como para os mais discretos Feast e Mini Milk.) Mesmo não sendo particularmente grande (apesar do nome algo 'enganador'), o Super Maxi era mesmo, de todos os gelados da Olá, aquele que oferecia a combinação mais apelativa de preço, quantidade de gelado, e representação por um bonequinho animado facilmente identificável – a qual nem a promessa da ‘bola de tinta comestível’ no fundo do Epá conseguia, muitas vezes, derrotar. Talvez fosse por isso que tantas crianças o comiam, e com tanta frequência, preferindo-o às opções objectivamente muito melhores que o rodeavam. Isso, ou o facto de, às vezes, só apetecer mesmo um gelado de chocolate e creme básico, até meio ‘rafeiro’ (no pun intended),  descrição que se adapta como uma luva ao Super Maxi.

Sê, pois, bem vindo de volta, Maxi – e que o teu gelado bom, básico e barato cative a nova geração de crianças como cativou a anterior!

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub