Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugal Anos 90

Uma viagem nostálgica pelo universo infanto-juvenil português dos anos 90, em todas as suas vertentes.

Portugal Anos 90

Uma viagem nostálgica pelo universo infanto-juvenil português dos anos 90, em todas as suas vertentes.

02.07.22

As saídas de fim-de-semana eram um dos aspetos mais excitantes da vida de uma criança nos anos 90, que via aparecerem com alguma regularidade novos e excitantes locais para visitar. Em Sábados alternados (e, ocasionalmente, consecutivos), o Portugal Anos 90 recorda alguns dos melhores e mais marcantes de entre esses locais.

best-call-to-action2.jpg

Hoje em dia, a esmagadora maioria das acções de marketing directo e vendas 'business-to-consumer' – tanto as legítimas como as mais duvidosas, como o chamado 'marketing multi-nível' – são feitas online, reduzindo ao mínimo ou mesmo eliminando o contacto físico e pessoal; no entanto, quem cresceu na era pré-Internet 2.0 talvez se lembre de, a dada altura da sua infância, acompanhar um familiar ou alguém 'da casa' até uma salinha onde, a pretexto de uma oferta especial, um representante de uma qualquer companhia fazia uma apresentação de vendas, tentando convencer os presentes a comprarem fosse o que fosse que estivesse a comercializar.

Sim, este Sábado, vamos recordar as famosas apresentações comerciais que, através de subterfúgios e truques como a oferta de brindes ou a suposta realização de concursos e sorteios, conseguiam uma audiência artificialmente cativa, a qual se via obrigada a ficar até ao fim da apresentação para conseguir o referido brinde, ou ter o seu nome considerado para o supramencionado sorteio. Inserissem-se no campo do 'time sharing' ou do 'marketing' de produto em si (sendo estas últimas uma espécie de antecessoras das famosas 'televendas') estas apresentações tinham, invariavelmente, uma certa aura de 'banha da cobra', conseguindo aliciar apenas os mais susceptíveis (e menos habituados) a esse tipo de táctica.

Para os mais jovens, no entanto, apenas uma coisa interessava: o brinde, normalmente uma qualquer 'quinquilharia' que, na verdade, não valia o tempo dispendido à espera delas, mas que – por serem, pelo menos aparentemente, grátis – constituíam motivo suficiente para querer 'ser convidado' para este tipo de evento (por aqui, recordamos ter saído de uma destas apresentações com uma lanterna olho-de-boi, um brinde de nível até bastante alto para o que era costume neste tipo de iniciativa.)

Naturalmente, num Mundo cada vez mais digital, este tipo de iniciativas deixou de fazer sentido, e praticamente desapareceu da sociedade ocidental, restando apenas um ou outro ocasional leilão 'de rua' (o que, convenhamos, não é exactamente a mesma coisa) e as iniciativas, muitas vezes goradas, das referidas companhias de 'marketing multi-nível'; quem foi jovem numa determinada época da História do Portugal moderno, no entanto, terá grandes probabilidades de ter assistido a algo deste tipo, mesmo que não se recorde de tal facto...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub