Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugal Anos 90

Uma viagem nostálgica pelo universo infanto-juvenil português dos anos 90, em todas as suas vertentes.

Portugal Anos 90

Uma viagem nostálgica pelo universo infanto-juvenil português dos anos 90, em todas as suas vertentes.

15.05.21

As saídas de fim-de-semana eram um dos aspetos mais excitantes da vida de uma criança nos anos 90, que via aparecerem com alguma regularidade novos e excitantes locais para visitar. Em Sábados alternados, o Portugal Anos 90 recorda alguns dos melhores e mais marcantes de entre esses locais.

Mais um Sábado de Sol, e como tal, mais um dia para ir dar uma ‘volta’, ou antes, uma bela Saída de Sábado. E se da última vez rumámos a um eterno favorito, o parque infantil, desta vez, abordamos mais um passeio clássico, mas que nunca chegava a cansar – a ida ao jardim.

828862.jpg

Sim, o jardim – aquele espaço que todas as cidades, vilas e aldeias têm, que pode não ser muito excitante, mas onde ainda hoje uma criança pode passar bons momentos.

Nos anos 90 não era diferente; uma ida ao jardim podia não ser nada fora do comum, mas era sempre uma maneira agradável de passer uma tarde de sol – especialmente se houvesse animais para observar e com quem interagir, mesmo que fossem apenas peixes. De facto, um jardim com um lago com peixinhos (e havia muitos, naquela época) era sempre melhor do que outro que não o tivesse, e se o lago fosse daqueles grandes e com patos, estava a tarde ganha. Muníamo-nos do pão (que, na altura, ainda não se sabia fazer mal a estas aves) e lá nos deliciávamos a vê-los correr para as nossas côdeas, apanhá-las, e por vezes até disputá-las com os pombos, cisnes e outras espécies típicas desse tipo de ambiente. Com os peixinhos não era diferente – também era muito difícil resistir à tentação de lhes deitar pedaços de pão, para os ver nadar até à tona da água e abocanhá-los, naquele gesto muito característico dos peixes.

images.jpg

Cenário de uma tarde bem passada.

Não quer isto dizer, no entanto, que jardins sem lagos (e, já agora, sem parques infantis, porque também os havia) fossem uma completa perda de tempo. Havia sempre espaço para uma corrida, uma volta ‘ao redondel’ de bicicleta ou patins, ou um jogo de ‘penalties’ ou fintas na relva com os pais, irmãos, primos ou amigos. No cômputo geral, acabavam sempre por ser manhãs ou tardes revigorantes, que passavam a correr e abriam o apetite para o reconfortante almoço ou lanchinho que inevitavelmente esperava no regresso a casa. Enfim, Saídas de Sábado sem grande ‘história’, mas que, como se referiu no início deste post, eram sempre bem-vindas, e nunca chegavam verdadeiramente a cansar ou fartar, justificando plenamente esta rápida homenagem aqui no Anos 90.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub